Um estudo recente vem evidenciar o potencial de influência que as crianças têm no consumo e nos hábitos alimentares em família.
Ana Margarida Marques

Um artigo publicado na publicação Journal of Nutrition Education and Behavior demonstra que as crianças podem ter uma larga influência no consumo e hábitos alimentares em casa.

As conclusões são baseadas nos resultados de um programa de nutrição desenvolvido no contexto de sala de aula, designado “Together, We Inspire Smart Eating (WISE)”.

Os professores deram aulas semanais em diversos estados do sul dos Estados dos Unidos com base nas orientações e recomendações do programa alimentar. Antes e depois das aulas, as famílias foram informadas e questionadas sobre os hábitos de alimentação em casa.

“Os pais foram entrevistados sobre o consumo de frutas e vegetais, a ingestão de alimentos pobres em nutrientes e acerca de práticas parentais relacionadas com a escolha dos alimentos.”

Os resultados demonstraram haver vontade de as crianças experimentarem novos alimentos depois de participarem no programa.

O estudo também comprova a capacidade de influência dos mais pequenos nas práticas parentais que apoiam a ingestão e atitudes alimentares saudáveis.