Saiba como se desenvolve e cresce o bebé no útero materno. A cada semana da gravidez há novas mudanças para o bebé que se desenvolve no útero materno. O corpo da mãe também se altera, bem como os sentimentos e as emoções do casal.
Teresa Abreu com Violante Assude | Ilustrações: Susana Zenóglio

Cada gravidez é especial e única e desenvolve-se ao seu próprio ritmo. A evolução dos acontecimentos pode acontecer mais cedo ou mais tarde e isso não deve ser motivo de preocupação. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas com o vosso médico que, de forma personalizada, vos dará as melhores orientações.


Mede 2 mm.

1 a 4 semanas

Bebé

É um embrião. A sua tarefa é segregar substâncias químicas que alertam o sistema imunológico da mãe para a sua presença. Começa agora o desenvolvimento da placenta e da bolsa de líquido amniótico. Forma-se a vesícula vitelina.

Mãe

Parece a mesma, mas muita coisa está a acontecer dentro do corpo e começa a sentir o início de uma série de mudanças. Comece a promover um estilo de vida mais calmo.

Pai

Pode ter um misto de sentimentos contraditórios em relação ao aumento de responsabilidade ou às inseguranças face à nova etapa e às mudanças que esta acarreta.


Mede 3 mm.

4 a 5 semanas

Bebé

Formam-se duas pregas nos extremos – cabeça e cauda. O coração tem já duas cavidades.

Mãe

Uma vida cresce dentro de si, é muito importante protegê-la, evitando o álcool, tabaco ou outras substâncias que contenham químicos prejudiciais ao organismo.

Pai

Adote para si os mesmos cuidados que a mãe deve agora manter. A dois será mais fácil para a mãe adotar os estilos de vida saudável que a gravidez exige.


Mede 4-5 mm e pesa 0,4 g.

5 semanas

Bebé

O coração começa a formar-se no 21.º dia após a conceção, embora não tenha a forma definitiva. O tubo neural já está completamente formado e uma cauda aparece bastante proeminente. A maioria dos órgãos começa a formar‑se.

Mãe

Podem surgir alguns sintomas como seios inchados, urina frequente e um certo cansaço. Seja paciente.

Pai

Verá que a mãe se sente mais cansada; prepare ocasionalmente o pequeno‑almoço ou o jantar. A si também lhe vai saber bem aquele olhar de retorno da mãe.


Já mede 10 mm.

6 semanas

Bebé

Começam a ser visíveis sobretudo os membros superiores, já que a evolução faz-se no sentido do crânio para a pequena cauda do embrião.

Mãe

Enquanto começa a tentar perceber o que se está a passar dentro de si, procure ter uma dieta diversificada e com alimentos ricos em ácido fólico, como os legumes de folha verde escura.

Pai

Agora que estão grávidos, são normais as flutuações de desejo, mas não precisa de ter receios em relação à continuidade da vossa vida sexual. Conversem bastante sobre estas flutuações e desfrutem da vossa relação e sexualidade.


Mede 20 mm e pesa 2 g.

7 semanas

Bebé

As mãos e os pés começam a distinguir-se do resto dos membros. Já tem umas pequenas elevações, que são as orelhas.

Mãe

Escolha o médico que acompanhará a gravidez. A cada dia que passa a gravidez está mais estabelecida. Se tiver alguma hemorragia ou preocupação consultem o médico assistente.

Pai

Acompanhe a mãe no processo da escolha do médico, respeitando a sua decisão e apoiando-a no que ela precise. Pode haver alguma ansiedade relativa ao medo de perder o bebé – apoiem-se mutuamente e, se necessário, procurem ajuda.


Já mede 25 mm.

8 semanas

Bebé

Os dedos estão agora formados, mas parecem duas conchas, pois ainda não estão definitivamente separados. O tamanho da cabeça corresponde a metade do comprimento do corpo, do crânio até à cauda.

Mãe

São muitas as hormonas que dão conta do organismo. A pele pode ficar um pouco oleosa. Poderá sentir náuseas. A oscilação emocional ou picos de estados emocionais podem confundi-la.

Pai

Não se preocupe se sente alguma irritabilidade da parte da mãe e lembre-se que são as hormonas a manifestar-se. Seja paciente.


Já mede 33 mm e pesa 5 g.

9 semanas

Bebé

Os ouvidos, o nariz e os olhos estão a desenvolver-se finalmente. E a boca até já é visível. Formam-se os músculos de expressão facial e os dedos separam-se já entre si. Está quase sem cauda. Os órgãos estão já formados.

Mãe

O corpo continua a mudar. As gengivas começam a amolecer muito levemente.

Pai

Pode sentir-se estranho também fisicamente, quase por simpatia em relação à sua companheira.


Já mede 47 mm.

10 semanas

Bebé

O sistema respiratório desenvolve‑se enormemente quando o diafragma está completamente formado e até já separa o tórax do abdómen.

Mãe

A parte mais crítica da gravidez está quase, quase a terminar. Tenha paciência com outros sintomas que possa sentir. É natural que ainda não se deixe mergulhar em pensamentos específicos em relação ao bebé.

Pai

Seja paciente. Leia acerca da gravidez. O seu apoio será fundamental e devidamente informado será mais fácil compreender e apoiar a mãe.

Seja paciente. Leia acerca da gravidez. O seu apoio será fundamental e devidamente informado será mais fácil compreender e apoiar a mãe.


Mede 59 mm.

11 semanas

Bebé

O coração já tem uma estrutura e forma definida. O sistema respiratório está completamente formado. Começa a fazer xixi. Pode não ser fácil, mas com sorte os genitais já permitem determinar o sexo pela observação direta.

Mãe

Converse, partilhe sentimentos e anseios com o pai. Juntos, façam uma lista de todas as dúvidas para colocar ao médico.

Pai

Passada a fase mais crítica da gravidez e dos sintomas da mãe, aproveite. Se estiverem de acordo, procure acompanhá-la nas visitas ao médico e exames a realizar, para apoiá‑la, ouvi-la e ver imagens do seu bebé.


Mede 73 mm.

12 semanas

Bebé

Já tem bochechas e na boca tem 20 pontinhos que mais tarde se transformarão em dentes de leite. A placenta assumiu o controlo da produção de hormonas que sustentam a gravidez, e o risco de aborto diminuiu.

Mãe

Comece a fazer algum exercício físico. As caminhadas diárias são uma boa opção. Tenha uma alimentação saudável e equilibrada, faça pequenas refeições várias vezes ao dia. 

Pai

Faça também uma alimentação mais saudável e pratique exercício físico com a mãe. Ajude-a a manter-se saudável.


Já mede 11,5 cm e pesa 19 g.

13 semanas

Bebé

Tem a pele rosada e delicada. Consegue engolir. A medula já é capaz de formar células sanguíneas e a coluna vertebral já está ossificada. Parece um adulto, mas com uma cabeça maior.

Mãe

Devido às alterações hormonais, poderá começar a aparecer uma linha negra escura e vertical na barriga, mas que desaparecerá no final da gestação. Mantenha as consultas mensais.

Pai

Participe mais nas tarefas domésticas. Começa a ser cada vez mais indispensável a sua ajuda e apoio. Conversem muito.


Já mede 19 cm e pesa 100 g.

14 a 16 semanas

Bebé

Os dedos das mãos e dos pés têm já unhas e aparece o cabelo. Já consegue ouvir algum ruído do exterior. Os órgãos sexuais começam a notar‑se cada vez mais. O músculo cardíaco está cada vez mais forte e sadio.

Mãe

Podem aumentar as secreções vaginais, mas se forem muito abundantes, com odor ou irritantes, fale com o seu médico. Comece a aplicar um creme emoliente.

Pai

Como se sente em relação ao novo aspeto da sua mulher? Lembre-se que ela conta consigo para se sentir bonita e amada.


Mede 22 cm e pesa 300 g.

16 a 20 semanas

Bebé

Dorme e acorda a intervalos regulares. A pele está menos transparente. Já se reconhecem as pestanas e as sobrancelhas. Cada vez se mexe mais. Nesta fase são eliminadas as primeiras fezes do bebé, o chamado mecónio.

Mãe

Apesar do aumento de apetite, coma de forma saudável, dando atenção à proporção das doses e à variedade. Não falte às consultas. Procure descansar o mais possível, mas mantenha-se ativa.

Pai

Deve continuar atento, para não deixar a mãe fazer esforços excessivos. Desfrute da gravidez a dois. A vossa vida sexual pode aqui sentir um acréscimo, não se preocupe que não fará ao bebé, que é sensível à felicidade que sente a mãe.


Mede 32 cm e pesa 600 g.

20 a 24 semanas

Bebé

A pele está vermelha, enrugada e coberta de uma fina penugem. Lentamente, as suas pálpebras começam a abrir. Inicia os movimentos respiratórios e já tem o reflexo de sucção.

Mãe

O útero começa a preparar-se para o parto com pequenas contrações e é natural que se aperceba do abdómen a endurecer. Pode sentir o bebé a mexer-se. Dê asas à imaginação sobre como será o bebé.

Pai

Massaje o corpo da mãe, pois ela começa já a ter dificuldade em fazê-lo sozinha. As festas na barriga podem estimular a sua comunicação com o feto, que já é capaz de o ouvir.


Mede 36 cm e pesa 1.100 g.

24 a 28 semanas

Bebé

Já consegue abrir e fechar os olhos. Faz exercício várias vezes por dia, dando uns pontapés e espreguiçando-se. Consegue responder-lhe com uns movimentos mais bruscos. Reconhece as vozes e também é sensível à luz.

Mãe

Pense em como e onde gostaria de ter o parto. Consulte o médico caso o inchaço dos pés dure mais de 24 horas, caso a cara e as mãos inchem de repente, ou se sentir mais de cinco contrações por hora.

Pai

Continue com o exercício e a incentivar a mãe. Isso vai ajudá-la, e a si, a prevenir as dores de costas. O pai deve ajudar a mãe e precaver‑se de que esta não passa muito tempo de pé. Talvez sinta também algum desconforto físico e preocupação com as finanças.


Já mede 41 cm e pesa 1.800 g.

28 a 32 semanas

Bebé

Já tem soluços. Já distingue o doce e o ácido. O cérebro cresce a um ritmo acelerado. Os ossos da cabeça são suaves e flexíveis, para que seja mais fácil nascer. Cada dia está mais apertado mas, ainda assim, consegue mexer as pernas e dar umas voltinhas.

Mãe

Coma mais amiúde. É normal ter maior dificuldade em respirar e em dormir. Consulte o médico a cada duas semanas. Planeie o parto.

Pai

As pessoas perguntam: «Então, estás a gozar os últimos dias?» Pode parecer‑lhe o prenúncio de uma doença terminal, mas não é, embora talvez se sinta compelido a fazer listas do que ainda não fez e gostava de fazer e até a iniciar outros projetos.


Mede 46 cm e pesa 2.200 g.

32 a 36 semanas

Bebé

A pele está mais pálida e o corpo ganha formas redondinhas. O cabelo já é liso ou encaracolado. Começa a desaparecer o pelo fino que cobre o corpo do bebé. As orelhas são macias, com pouca cartilagem. Aparece o umbigo.

Mãe

Chegou a hora de conhecer o seu bebé real. Pode sentir emoções contraditórias. Registe os movimentos fetais – se forem inferiores a dez por dia, consulte o seu médico. Se puder, visite o hospital.

Pai

Combine com a mãe a estratégia para o parto antecipadamente. Pense se vai querer cortar o cordão umbilical, se vai ficar no hospital e quem ficará a tomar conta de outros filhos, se existem. Planeie as questões logísticas para a saída de casa.


Mede 50 cm e pesa 3.200 g.

36 a 40 semanas

Bebé

A pele é rosada e macia. As orelhas estão mais firmes. As unhas estão compridas. As plantas dos pés estão enrugadas. Está quase a nascer! Fica mais confortável a fazer o pino, com a cabeça encaixada na parte de baixo do abdómen da mamã.

Mãe

Goze os últimos dias com tranquilidade. É comum os bebés nascerem depois da data prevista. Dirija-se ao hospital quando sentir os sinais de parto. Esclareça as suas dúvidas com a equipa de saúde.

Pai

Mantenha a serenidade e seja paciente, pois será o maior ponto de apoio da mãe e do bebé que ambos desejam. Tenha claro qual será o seu papel no parto. Desfrute do momento.