Uma mulher norte-americana deu à luz um bebé com anticorpos contra a covid-19 depois de ser vacinada. É o primeiro caso conhecido no mundo.

Uma mulher do sul da Florida, nos EUA, que recebeu uma dose de vacina contra o coronavírus enquanto grávida, deu à luz o primeiro bebé conhecido nascido com anticorpos contra a covid-19.

A também profissional de saúde na linha da frente contra a pandemia recebeu a sua primeira dose da vacina Moderna em janeiro, quando estava grávida de 36 semanas.

Eficácia e segurança das vacinas contra a covid-19 em grávidas em estudo

O caso encontra-se relatado num artigo redigido pelos médicos Paul Gilbert e Chad Rudnick, que aguarda a revisão por parte da comunidade científica.

Os médicos descrevem no artigo que foram encontrados anticorpos no sangue do cordão umbilical da bebé.

Segundo o relato, a mulher deu à luz uma menina “vigorosa e saudável”, três semanas após a sua mãe ter sido vacinada. 

O documento deixa claro, no entanto, que é necessária mais investigação para determinar se os bebés são protegidos por tais anticorpos, referindo: “Instámos outros investigadores a criar registos de gravidez e amamentação, bem como a realizar estudos de eficácia e segurança das vacinas contra a covid-19 em mulheres grávidas e a amamentar e respetivos descendentes”.

Mais estudos são necessários para determinar quanto tempo durará a “proteção” dos anticorpos. É preciso determinar a que nível de proteção ou quantos anticorpos é que um bebé precisa de ter para ficar protegido contra a covid-19.