Quando fazer o teste?

Para evitar deceções e “falsos negativos”, procure ser paciente e aguardar pelo momento certo para fazer o teste de gravidez.

Iolanda Veríssimo

A forma mais comum de detetar uma gravidez é realizar análises à urina e ao sangue. Os testes de gravidez à urina, vendidos em farmácias e parafarmácias, são geralmente o primeiro meio para diagnosticar uma gestação. Estes testes são bastante precisos e quase sempre fiáveis.

Como funciona o teste?
O organismo de uma mulher grávida produz uma hormona denominada gonadotrofina coriónica humana (GCh), conhecida como a hormona da gravidez. Os testes de gravidez vendidos nas farmácias e parafarmácias detetam os níveis de GCh na urina. O contacto da ponta do teste com o fluxo urinário, ou uma amostra de urina, permitirá determinar a existência ou não da hormona da gravidez. O resultado é dado em alguns minutos e deve ser interpretado de acordo com o folheto de instruções que acompanham o teste.

Falsos negativos
Existem já disponíveis versões que permitem saber se está grávida quatro dias antes do dia em que esperaria a menstruação. No entanto, não é recomendável fazer o teste com demasiada antecedência. Em primeiro lugar, por uma questão de gestão de expectativas, sabendo que há um grande número de gravidezes que não chegam ao fim, terminando numa fase muito precoce. Depois porque, se o teste for feito antes do dia em que se verifica o atraso na menstruação, existe a possibilidade de obter um resultado “falso negativo”, devido ao facto de a presença da hormona GCh ainda não ser significativa.

É, por isso, recomendado aguardar pelo menos 15 dias, após as relações sexuais não protegidas, para efetuar o teste de gravidez. O ideal será aguardar pelo menos uma semana, após a data em que esperava a sua menstruação, para fazer o teste.

Em que momento do dia deve fazer o teste?
Na generalidade, os ginecologistas-obstetras recomendam que o teste de gravidez seja feito com a primeira urina da manhã, momento em que poderão existir maiores concentrações da hormona GCh. Não é essencial fazer o teste nesta altura, mas é aconselhável, sobretudo se estiver a fazer o teste antecipadamente (antes do dia em que se verifica o atraso na menstruação).

Confirmação da gravidez
Apesar da grande fiabilidade dos testes à urina, a confirmação oficial da gravidez faz-se através de uma análise ao sangue, que permitirá datar a gravidez de forma mais precisa e calcular a data prevista para o parto.

Quando contar a novidade?
O período de maior risco para uma gravidez ocorre nas primeiras 12 semanas, sendo que a maioria das perdas se dão até às oito semanas. Estes períodos podem ser bons indicadores sobre a melhor altura para contar que está grávida. Passadas oito semanas da gravidez, pode ser à altura de revelar a boa notícia à família mais próxima, e após as 12 semanas será então o momento de partilhar publicamente a notícia da gravidez.

É recomendado aguardar pelo menos 15 dias, após as relações sexuais não protegidas, para efetuar o teste de gravidez.