Investigadores acreditam haver uma associação entre o consumo de açúcares nas lactantes e problemas de desenvolvimento cognitivo nos seus bebés, relata artigo na revista The American Journal of Clinical Nutrition.
Ana Margarida Marques

Uma alimentação rica em açúcares durante a idade adulta está associada ao aumento de peso e ao risco de diabetes tipo 2, doença hepática gorda e doença cardíaca. 

Estudos anteriores têm demonstrado que uma dieta rica em açúcar nas mães na amamentação também pode ter impacto no desenvolvimento durante a infância.

Publicado na revista científica The American Journal of Clinical Nutrition, um novo estudo revela que o consumo destas bebidas durante o período de amamentação pode levar a um desenvolvimento cognitivo inferior nas crianças aos dois anos de idade.

Limitar açúcares beneficia saúde dos bebés e das mães

Na investigação participaram 88 mães que relataram ter consumido bebidas açucaradas com frequência durante o primeiro mês de amamentação. As mães que relataram um maior consumo de bebidas açucaradas tiveram crianças com níveis de desenvolvimento cognitivo mais baixos.

Os investigadores salientam que a adição de açúcar da alimentação da mãe é transmitida ao seu bebé através do leite materno, e que esta exposição poderá eventualmente interferir com o desenvolvimento cerebral.

A limitação dos açúcares adicionados, encontrados em alimentos e em bebidas como os refrigerantes, pode ter benefícios não só para as mães, mas também para os bebés.