Moderar o consumo de sal e açúcar

É essencial moderar o consumo de açúcar e de sal na alimentação desde a primeira infância. Fique com estratégias e conselhos para o seu uso adequado.
Ana Margarida Marques
A obesidade infantil é um problema para a saúde das crianças. Segundo a Associação Portuguesa para a Obesidade Infantil (APCOI), “em Portugal, 28,5% das crianças entre os dois e os dez anos têm excesso de peso, entre as quais 12,7% são obesas”. Uma das preocupações é a presença em excesso do açúcar e do sal na alimentação infantil. As regras alimentares estabelecem-se nos primeiros anos de vida. Fique com estratégias simples para o uso adequado do açúcar e o sal na alimentação desde a primeira infância. Conselhos para reduzir o açúcar
  • Não adicione quaisquer açúcares na alimentação, pelo menos até aos dois anos de idade
  • Evite oferecer alimentos ou bebidas com açúcar adicionado
  • Substitua os doces por sobremesas saudáveis – espetadas de frutas, por exemplo.
  • Prefira os iogurtes naturais. Pode adicionar fruta para adocicar.
  • Opte por pão, em detrimento de bolachas.
  • Prefira a fruta inteira, sem ser reduzida a sumo.
  • Reserve os doces para os dias de festa.
  • Opte por fazer bolos simples, se possível caseiros, sem adição de cremes.
Estratégias para reduzir o sal
  • Evite ter o saleiro na mesa de refeições.
  • Prefira os alimentos frescos ou congelados.
  • Evite refeições já preparadas.
  • Evite o consumo de produtos enlatados.
  • Reduza o consumo de charcutaria (por exemplo, presunto)
  • Substitua o uso do sal por ervas aromáticas
  • Utilize sumo de limão para fazer matinadas
Recomendações sobre o açúcar e o sal A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo diário de açúcar inferior a 10% do total da energia diária ingerida Segundo a Direção-Geral da Saúde, o total diário de açúcar adicionado aos alimentos não deve ser superior a seis colheres de chá de açúcar. O consumo de açúcares em excesso:
  • Reduz a ingestão de alimentos de elevado valor nutricional
  • Promove o aumento de peso
  • Contribui para o desenvolvimento de doenças crónicas, como as doenças cardiovasculares e a diabetes.
  • A OMS recomenda a ingestão diária de sal inferior a 5 gramas por dia.
Ter uma alimentação saudável, evitando o excesso de sal:
  • Previne doenças como o cancro, a diabetes e as doenças cardiovasculares
  • Reduz o risco de hipertensão arterial
  • Aprenda a ler os rótulos
  • Escolha produtos sem açúcar/sal adicionado ou com redução de açúcar/sal.
  • Saiba que existem termos que indicam a presença de açúcar nos alimentos. A saber: frutos, glicose, maltose, sacarose e dextrose, xarope de milho, açúcar invertido, xarope de glucose, sumo de fruta concentrado, melaço.