Conheça as novas recomendações da Organização Mundial de Saúde para a atividade física dirigidas a mulheres grávidas ou no pós-parto.
Ana Margarida Marques

Segundo a Organização Mundial de Saúde, recomenda-se que todas as mulheres grávidas e no pós-parto sem contraindicações, devem realizar atividade física regular.

A OMS aconselha também todas as mulheres que, antes da gravidez, eram fisicamente ativas, a continuar a praticar exercício durante a gravidez e no período pós-parto. 

De acordo com as novas recomendações para a atividade física e comportamento sedentário da OMS as grávidas e mulheres no pós-parto devem realizar:

minutos de atividade física aeróbia de intensidade moderada ao longo da semana, para efeitos substanciais na saúde. Por exemplo: fazer caminhada rápida, andar de bicicleta, nadar.


Limite os comportamentos sedentários

A OMS lembra que é importante limitar os comportamentos sedentários, substituindo estes períodos com atividades físicas nem que sejam muito leves.

Evite passar tempos prolongados sentada e estar demasiado inativa. Faça passeios no parque, caminhe pela sua área de residência, prefira o uso de escadas.

De acordo com a OMS, a atividade física tem muitos benefícios nas mulheres grávidas. O exercício na gravidez reduz o risco de:

  • pré-eclâmpsia
  • hipertensão gestacional
  • diabetes gestacional
  • ganho excessivo de peso
  • complicações no parto
  • depressão no pós-parto
  • complicações no recém nascido

A OMS lançou, no final de 2020, novas recomendações para a atividade física e comportamento sedentário. 

As diretrizes foram recentemente traduzidas para a língua portuguesa pelo Programa Nacional de Promoção da Atividade Física (PNPAF-DGS).

As recomendações são individualizadas para crianças e adolescentes (5 a 17 anos), adultos (18 a 64 anos), idosos (65 anos ou mais), mulheres grávidas e no pós-parto, adultos e idosos com doenças crónicas, crianças, adolescentes e adultos com deficiência, e sublinham, de forma fundamental a importância de cada movimento.