Escolher a modalidade

Se vai iniciar o exercício físico, saiba como encontrar a melhor modalidade no seu caso promovendo uma prática adequada à gravidez.
Ana Margarida Marques
São muitas as opções para ter ou manter um estilo de vida saudável durante a gravidez, por exemplo caminhar, ginástica localizada, step, aeróbica, pilates, hidroginástica, natação, cardiofitness, ioga, explica Rita Santos Rocha, Professora coordenadora da Escola Superior de Desporto de Rio Maior do Instituto Politécnico de Santarém.

A escolha da modalidade depende do decurso da gravidez, sendo que deve ser esclarecida com o médico qualquer dúvida relacionada com o bem-estar e saúde da futura mãe.

A motivação da própria mãe para a modalidade em causa é outro fator determinante na escolha do tipo de exercício a realizar.

Exercício na gravidez deve ser um prazer 

A prática de exercício na gravidez deve ser um momento de prazer (e não de obrigação), partilhado pela mãe e pelo pai, por exemplo, através de caminhadas ao ar livre, sugere, por seu turno, a psicóloga Teresa Abreu. “A atividade física permite uma certa concentração no corpo da mulher, mas também no bebé e na consciência corporal dele, sendo por isso um momento privilegiado de vinculação (mãe-filho)”, refere.

Procure um ginásio especializado

Optar por um ginásio especializado na gravidez e no pós-parto oferece a vantagem de um maior foco nas necessidades de cada mulher e específicas durante o período da gravidez.

Os ginásios especializados para grávidas têm também a vantagem de contemplarem um espaço para as mães deixarem o seu bebé enquanto fazem as aulas na fase do pós-parto.

Se escolher um ginásio generalista

No caso de escolher um ginásio generalista, recomenda-se a procura de um técnico que domine a modalidade do ponto de vista técnico e pedagógico. É fundamental que esse profissional tenha conhecimentos de prescrição de treino pré e pós-parto.